segunda-feira, 4 de maio de 2009

Capuccino

.
Desejou
Lá estar
Um dia.

E agora?

Tremula.
Hesita.
Cambaleia.

Então, toca.

Não calor
Exala tal
Como ouvira.

Mas prova.

E o sabor
Nem pra mal
Sentir há.

Como poderia?

Nem cacau
Café, canela
Ou chantilly.

Água fria.

Era o que
Não eu
Queria pedir.

Desperdício?

Num gole vira
Mas no fim
Vomita.

Sim. E não.

29 comentários:

  1. Show esse texto, bem criativo, pena que sou alérgico a capuccino kkk
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Não houve prazer neste capuccino.

    Talvez outro dia.

    Com outro sabor.

    Mais seguro, quem sabe.

    ResponderExcluir
  3. que texto liindo
    só não entendi porque ela vomitou
    eu adoro capuccino
    uadshsuhduhasd


    beeijos

    ResponderExcluir
  4. UAU, que delicioso esse capuccino, haha.
    Adorei mesmo, (:

    Aparece se quiser
    http://tiomah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Posso chamar de um gole de poesia... muito bem feito, cenográfico até!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do texto,apesar de não ser muito meu estilo,e outra,alguém consegue ver um anjo feito de fumaça nessa xicara???

    Vistem: JaNjÃo ComicS

    ResponderExcluir
  7. Huuummm...só de ler o título me deu vontade de tomar um capuccino. Gostei da poesia e das imagens que vc usou.

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Cara, tow maravilhada e surpresa!! Tpw, nunca vi um poema com essa estrutura!! Achei mtuuu legal e vc tem um jeitu bem gostoso de scerver...
    Parabéns ;)

    Bju

    ResponderExcluir
  9. Que bacana! Criativo desde o título... Gostei!
    Aliás, muito bom seu blog. E vc escreve belas poesias ;)

    ResponderExcluir
  10. Nossa muito bom o "poema"
    gostei da maneira como escreveu, deu mais vida ao texto, ritmo e sentido

    ResponderExcluir
  11. Cadência e ritmo numa poesia quase que dum samba. Gostei muito!

    ResponderExcluir
  12. Que lindo.
    so nao gostei da parte do vomita
    rsr

    ResponderExcluir
  13. Dá pra sentir na poesia o desejo e a repulsa.
    Característica intríseca ao ser humano: a contradição.
    Usa o cappuccino como metáfora... é, muito legal mesmo.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  14. Gsotei do poema ,mas nao consegui pegar a ideia que ele quer passar!!!

    vlw!!!!

    ResponderExcluir
  15. ficou legal o jogo de palavras e o ritmo na leitura



    http://confissoesdamadrugada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Caraca!! Psicodélico, o negócio, mas achei bem legal!!^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Eu sempre tenho a impressão de que vocÊ fala sobre outras coisas ao invés do sugerido no titulo. Mas isso muito me agrada!
    Gostei bastante!

    Bjoks

    ResponderExcluir
  18. Não gosto de explicar as minhas razões, prefiro deixar a(s) interpretação(ões) em aberto. No entando, abro aqui uma exceção.

    Falo da espera que traz algo completamente distinto do que desejara. Não é necessariamente uma decepção. É apenas inesperado. Pode ser ruim - como no texto acima -, ou bom. Para um homem sedento num deserto, a água fresca teoricamente cairia melhor do que um chá quente. Mas se lhe servissem o chá, creio que não o lançaria fora.

    ResponderExcluir
  19. Caramba que texto complexo, as palavras chegam a dar nó. Mas ficou sensacional! E poxa, como é que pode vomitar com uma bebida maravilhosa.

    Muito bom, sensacional!

    ResponderExcluir
  20. Nossa muito criativo este tesxo gostei bastante agora teve um texto seu que parece muito comigo o "Insônia"

    Gostei muito

    BLOGdoRUBINHO
    www.blogdorubinho.cjb.net

    ResponderExcluir
  21. Raphael, também não gosto de ficar explicando muito sobre o que escrevo, mas confesso que pra quem está do outro lado é interessante saber se a versão que criamos bate com a real.
    Já comentei aqui sobre o texto e agora virei comentarista de comentário... hahaha

    ResponderExcluir
  22. No geral, os comentários batem com a intenção do texto. Mas desta vez, houve muita confusão. Várias pessoas acharam que a personagem vomitou o capuccino. Na verdade, ela pediu um capuccino, mas recebeu água. E, ao tomar, vomitou porque não era oportuno.

    ResponderExcluir
  23. Nossa cara seu blog é muito bom parabéns.
    Não só esse texto mais os outros são ótimos também.
    Muito bom mesmo!!!

    ResponderExcluir
  24. Muito bom... tem ritmo.
    Gostei

    ResponderExcluir
  25. "E de que há o mundo de se alimentar, senão daquilo que não pode nutrir?"
    Outro que eu gostei muito, parabéns.

    abraços!

    ResponderExcluir